O Saining (Sain/ Sian/ Seun) são uma prática de encantamento encontrada nas regiões gaélicas da Escócia. Ela tem a intenção de buscar a proteção contra influências daninhas vindas de entidades do Outro Mundo ou de feitiçaria, bem como de assegurar a prosperidade e fartura. Sendo normalmente associados com os Quarter Days, eles possuem uma ligação clara com os ritos sazonais; ainda que não apenas com eles, uma vez que são comuns em práticas de batizado e em vésperas de jornadas. Ainda que a maioria dos Sainings registrados estejam na Carmina Gadelica (e possuam um profundo teor cristão, mesmo que a maior parte deles seja voltado principalmente para Bríghid), ainda é fácil que sejam convertidos em uma prática de proteção para ritos pagãos. O Saining é acompanhado por dois tipos de ‘bençãos’: a do fogo e a da água. Ainda que sejam registrados de forma separada, dentro do paganismo é normal utilizar as duas bençãos de forma simultânea enquanto se pede a proteção do grupo: a do fogo em forma de defumação (com ervas típicas de proteção; o zimbro é a mais tradicional), a da água em forma de infusões de ervas de purificação; como a tradição ensina, é da junção do fogo e da água que nasce a névoa da ligação com o Outro Mundo.

Quanto aos encantamentos, exemplificaremos com alguns escritos pelos membros do Ramo de Carvalho (sejam totalmente originais, sejam versões paganizadas); mas a maior parte dos primeiros Sainings compilados pode ser encontrada na Carmina Gadelica:

1. Saining (por Samantha Vasconcelos)
2. Saining (por Juliana Couto)
3. Saining (por Celina Uemura)
4. Saining para Samhain (por Juliana Couto)
5. Saining para o Solstício de Verão (por Samantha Vasconcelos)
6. Saining para a Puberdade (por K Lúthien)

Saining (por Samantha Vasconcelos)

Que água do zimbro te purifique
que os olhos da salvia te iluminem
que o fogo sagrado seja a tua forja

que a proteção do amieiro te acompanhe
que a inspiração da aveleira te guie
que a sensibilidade do salgueiro te transforme
Seja seu coração o barco de Manannan
Seja seu corpo a árvore de Ogma
Seja sua mente a morada de Dagda
 
que a prosperidade da terra te proclame
que bençãos dos céus te invadam
que as ondas do mar cavalguem ao seu lado
 
sorte do gamo, da águia e do salmão
sem inveja, sem maldade e sem má vontade
da primeira a última hora, do primeiro ao último dia
por nove vezes e pelos nove Deuses estejas abençoado.

Neste sainning, trabalho a proteção dos três reinos em todas as estrofes, o mantra nunca fica estagnado em um lugar só, a ideia é circular a energia e reavivar a proteção..

 

Saining (por Juliana Couto)

Deixe separado uma vela, algo para ascende-la.
Taça com água ou uma concha
Algo de metal que te agrade.
Um galho ou Incenso.
Uma pedra que te agrade

Pegue a vela, ascenda-a e diga “Proteção do fogo inspirador, Proteção do fogo forjador, Proteção do fogo Curador, Proteção do fogo dos 3 caldeirões da cidade sagrada de Murias sobre X (pode ser alguém, local ou situação)”

Coloque a vela ao sul.

Pegue a concha ou água e diga “Proteção das águas, acima, abaixo e ao redor de nós, proteção de Ambarr o que cavalga as ondas, para que eu tenha a mesma destreza ao lidar com minhas emoções, proteção das águas dentro de nós, proteção da água da vida, proteção das águas do senhor do Outro mundo, de onde abarca toda direção, abençoe X.” Coloque no Oeste.

Pegue o objeto de metal e diga “Proteção da espada, proteção da Guerra, que ela passe por mim e não me assole, que ela passe por mim e me fortaleça, proteção das entranhas da terra de onde todos viemos, proteção da terra a qual voltaremos, Proteção da espada que ela seja meu escudo e guarda, abençoe X para que suas batalhas sejam justas como a espada vinda de Gorias.” Coloque no Norte

Pegue o incenso ou o galho e Diga: “De Findias vem a lança assertiva de Lugh que ela me proteja e abençoes para que meus objetivos sejam claros e justos, Proteção para visão, proteção para coragem, proteção as habilidades, que abençoe e proteja X que sua vontade não esmoreça, para que sua coragem nunca falte” Coloque no Leste

Pegue a pedra e Diga: “Proteção de todos os Reis, proteção de todos os Druidas, proteção da terra abaixo de nós, acolhedora e mantenedora, Proteção daquele que é centro do mundo, Omphalos, vinda de Falias, para Eire, Pedra do destino abençoe e proteja X pela soberania, pela vida, pela terra”. Coloque a pedra no centro e mantenha-se também ao centro, coma pessoa (ou você próprio) e sinta a força das invocações.

Faça a respiração do centramento e encerre.

 

Saining (por Celina Uemura)

Usando um incenso, borrifar água com ervas (sálvia, alecrim, arruda), falar:

Peço proteção aos três reinos:
Chamo pela proteção das águas
Proteção do sangue, dos ancestrais, das emoções
Chamo pela proteção da terra
Proteção da carne, da natureza, do físico
Chamo pela proteção do ar
Proteção das ideias, da imaginação, da comunicação
Que assim seja, que assim se faça.

 

Saining para o Samhain (por Juliana Couto)

Hoje, no dia de Samhaim, nem ano velho nem novo, na presença do Dagda e na presença da Morrighan, eu te purifico com as águas da vida e com o poder do fogo que finaliza.Te purifico com o sangue, carne e ossos que do universo que compõe a terra e da terra que compõe teu corpo.

Purifico-te pelo Céu, Terra e Mar .Te abençôo  neste período do mundo entre os mundos com o dom da morte, para que saiba lidar  com os terminos que acolha o fim como uma oportunidade única de recomoço.
Te abençoo com o dom da vida, para que lides com sua luz assim como a sombra, para que saboreie a vida, para que você seja o mundo e não apenas esteja nele.
Te abençoo com o poder da  resiliência às mudanças da roda da vida, para que as mudanças te façam mais sábios e fortes.
Te abençoo com o poder do renascimento, para que veja o mundo com a exultação dos primeiros olhares e a sabeedoria de toda sua alma.
Te abençoo e purifico com o crepúsculo, para que saiba sempre que vida e morte são opostos e complementares, fazendo
parte uma da outra e que sua união formam um belo cenário.

 

Saining para o Solstício de Verão (por Samantha Vasconcelos)

(Esse Saining foi escrito (e utilizado) para cerimônias realizadas à beira-mar, voltadas à tradição de honrar Manannán mac Lir nessa data)

Que o sal sagrado limpe e purifique seus pensamentos
Que a força da maré te sublime até invadir seu coração
Que a energia dos Sidhe te intensifique até compartilharmos todos da mesma Awen,
Eu te limpo com a chama e a erva,
De modo que o que não precisas é levado de ti,
Eu te limpo com a água do mar,
que cura qualquer tristeza e aflição,
Nove ondas te transformem,
Nove ondas para o seu canto,
Nove ondas para a sua saúde,
Que Manannán abençoe a terra sob seus pés,
Que Manannán abençoe o seu espírito,
Que Manannán te abençoe hoje e sempre.

 

Saining para a Puberdade (por K Lúthien)

4 velas (cinza, preta, vermelha e branca
(oeste, connaht,cinza-sabedoria,     norte,ulster-preto-batalha,     leste, leinster- vermelho,    sul, munster,trabalho-branca)
Defumador – ou incenso
Taça e bebida (cerveja escura ou Hidromel)
Adaga ou Punhal
Pingente (a escolha, pode ser representando o totem ou uma pedra)

É feito os pedidos por Paz, acima, abaixo, em volta. Chamamos pelos 3 Reinos, purificamos o espaço e a pessoa.
É dito o propósito, no caso, a apresentação da pessoa para a fase adulta.
“No Leinster está o Caldeirão do Dagda, a Prosperidade e a Fartura e onde está a Dignidade dos Druidas” acende a vela vermelha no Leste.
“No Ulster está a espada de Nuada, onde está a Força e a Coragem do Guerreiro” acende a vela preta
“No Munster está a lança de Lugh, onde está a habilidade do Bardo, o domínio das Artes e do Trabalho” acende a vela branca no Sul
“Em Connacht está a Liam Fall, a pedra do Conhecimento, a Pedra dos Reis, o Domínio do Vates.”acende a vela cinza
“Você está no Centro agora, com todos os Poderes em volta de você” coloca o colar

Na mão esquerda o defumador /incenso e na direita a adaga, passamos ambas as mãos pela pessoa e começamos a entoar:

Neste dia em que você não é Homem e nem Menino
Neste dia em que você se apresenta ao Mundo
Que  Os Deuses lhe abençoem
Neste dia em diante, que você caminhe com a coragem de um Homem, e  a certeza de uma criança.
Que não importa o que a vida lhe traga, que você esteja sempre protegido
Desde a noite mais fria até a manhã mais quente
Desde o inicio do seu caminhar até o fim da sua vida
Que os Deuses olhem por ti, Que os Espíritos cuidem de ti, que os Ancestrais velem por ti
Que ao cair, você tenha a determinação para se levantar
Que ao chorar, você não se envergonhe de suas lágrimas
Que ao lutar, você tenha a fé de que nunca estará sozinho
Nesta noite em diante, do inicio da semana ao fim dela
Que nada prejudique suas escolhas
Que a maldade não atrapalhe o seu caminho
Que a infelicidade não dite sua vida
O menino que você era e o Homem que se tornará seja sempre você mesmo
Nesta manhã ensolarada até a noite mais gélida
Que os Deuses olhem por ti, Que os Espíritos cuidem de ti, que os Ancestrais velem por ti
Que a inocência do menino não seja maculada pelas agruras do Homem
E que as agruras do Homem não percam a inocência do menino
Que Morrighan olhe o seu Destino
Que Lugh lhe dê a Coragem
Que Oghma lhe de a Sabedoria
Que Dagda lhe dê a Fartura
Que Airmid lhe proporcione a Cura
Que Mannanan lhe dê a Percepção
Que Scatha lhe mostre a Força
E que Brighid lhe traga Proteção
Neste dia em que deixa de ser menino para o dia que se tornou um Homem,
Que seu ciclo seja pleno e que nada lhe falte.
Que os Deuses olhem por ti, Que os Espíritos cuidem de ti, que os Ancestrais velem por ti.

É oferecida a bebida para os Deuses e para o menino/homem

Também pode ser feito em meninas